Campo Grande (MS), Sábado, 02 de Julho de 2022

ACOLHIMENTO E INFORMAÇÃO

Cassems realiza ‘1º Simpósio de Discussão Técnica de Documento Médicos-Legais’ para dialogar sobre a importância da padronização de prontuários

O tema do evento foi “acolhimento e informação”, sobre o preenchimento correto das informações em prontuários médicos

22/06/2022

15:25

ASSECOM

©DIVULGAÇÃO

Com o objetivo de dialogar sobre documentação médico-legal, profissionais da saúde do Hospital Cassems Campo Grande reuniram-se na última terça-feira (21) para o “1º Simpósio de Discussão Técnica de Documento Médicos-Legais”. Foram realizadas palestras sobre preenchimento de declaração de óbito, importância médico-legal do prontuário, questões legais após uma morte encefálica, dentre outras questões da área. O preenchimento correto e bom manuseio da documentação é fundamental para o cumprimento da legislação e qualidade no atendimento dos pacientes das unidades hospitalares.

O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, garantir a segurança dos aspectos médico-legais, para os pacientes, corpo clínico e hospital é uma preocupação do plano de saúde. “Quando construímos uma prática baseada nos preceitos técnicos, médicos e legais, desenvolvemos uma assistência à saúde segura e qualificada para todas as partes envolvidas. Esse simpósio é de grande importância em uma instituição jovem como a nossa”.

De acordo com o diretor administrativo do Hospital Cassems Campo Grande, Alessandro Depieri, os protocolos e processos da unidade hospitalar evoluíram ao longo dos cinco anos de atuação do hospital. “Evidentemente, precisamos nos atualizar. O preenchimento correto dos prontuários é fundamental para respaldo do beneficiário e dos profissionais de saúde”.

Para a coordenadora do Programa de Residência Médica em Medicina Intensiva do hospital, Ana Carolina Alvarenda, esse tema é de extrema importância para a sociedade médica e a área da saúde como um todo. “Através das documentações, temos como justificar nossos atos e garantir a segurança do paciente. É uma iniciativa maravilhosa da Cassems e fico feliz em poder participar disso”.

O diretor Jurídico da Cassems, Cleber Tejada, explica que difundir conhecimentos sobre documentos médicos legais entre a equipe técnica é importante. “Precisamos evitar a judicialização e entender as normas do Conselho Federal de Medicina. Assim, contribuímos para que a equipe aprimore os seus saberes”.

Segundo o diretor do Núcleo de Ensino e Pesquisa da Cassems (NEP), Fabricio Colacino, o NEP incentiva as boas práticas na Medicina e participa ativamente desses encontros. “Quando uma documentação médico-legal não é bem-feita, os familiares de um paciente podem sofrer as consequências disso. Existem normas que regem a medicina brasileira e precisamos cumprir à risca”.

O diretor clínico do Hospital Cassems Campo Grande, Marcos Bonilha, salienta que a assistência de qualidade ao paciente é essencial. “Trabalhamos com segurança em todos os nossos procedimentos, sejam clínicos ou administrativos. O corpo de profissionais da saúde deve estar alinhado para que o paciente seja protegido do início ao final do tratamento”.

Conforme explica a diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib, a segurança clínica e jurídica dos pacientes é uma das prioridades do corpo clínico da unidade hospitalar. “A parte documental de um paciente tem que ser registrada corretamente, isso tudo compõe o histórico de um tratamento e é importante tanto para o hospital, quanto para os familiares daquele beneficiário”.  

Para a diretora técnica do Hospital Cassems Campo Grande, Priscilla Alexandrino, o prontuário é o “espelho” da assistência à saúde prestada pelo hospital. “Temos que ter prontuários organizados, legíveis, para que o dono desse prontuário possa ter acolhimento e as informações necessárias”.


Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Últimas Notícias

Veja Mais

Envie Sua Notícia

Envie pelo site

Envie pelo Whatsapp

Jornal Correio MS © 2021 Todos os direitos reservados.

PROIBIDA A REPRODUÇÃO, transmissão e redistribuição sem autorização expressa.

Site desenvolvido por: