Campo Grande (MS), Sábado, 18 de Maio de 2024

REPRESENTATIVIDADE RURAL

Potencial produtivo, sustentabilidade e tecnologias marcam VI Fórum de Desenvolvimento da Suinocultura de MS

Diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Frederico Stella, esteve presente na abertura do evento e destacou as boas projeções para o mercado da suinocultura de MS

14/05/2024

16:15

ASSECOM

Camilla Jovê

@ Camilla Jovê

Mais de 800 pessoas entre produtores rurais, técnicos e empresários do agro estiveram reunidos em Dourados, para participar do VI Fórum de Desenvolvimento da Suinocultura de MS, realizado durante a Expoagro, nesta terça-feira (14).

Durante a solenidade de abertura, o diretor-tesoureiro da Famasul, Frederico Stella, destacou o potencial produtivo da suinocultura em Mato Grosso do Sul.

“O mercado está se expandindo para o setor após o status de livre de febre aftosa sem vacinação, além da rota bioceânica, que deve encurtar o frete em 15 dias para os países asiáticos, que são nossos maiores consumidores. Um encontro como esse é importante porque proporciona a troca de conhecimento em sustentabilidade e novas tecnologias. E nós precisamos estar preparados para atender a demanda que se abre”, afirmou Stella.

O Fórum também traz em sua programação diversas palestras sobre liderança, práticas ESG e políticas públicas, além de mesas redondas que ampliam o debate sobre a suinocultura e o mercado futuro. De acordo com o último boletim técnico da Famasul, Mato Grosso do Sul produziu 258,8 mil suínos para abate no mês de março.

“Na nossa frente, em volume de abates estão Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. São estados tradicionais na produção suinícola, diferente de Mato Grosso do Sul, que não carregava essa tradição há tanto tempo. O desenvolvimento não deve parar. Até 2026 devemos somar 150 mil matrizes, isso significa um avanço significativo”, explica o presidente da Asumas e anfitrião do Fórum, Milton Bigatão.

“O crescimento da suinocultura de MS é fruto de um trabalho integrado entre todos que se uniram em prol da sustentabilidade e tecnologia. O resultado nós já estamos percebendo com as boas projeções do setor”, concluiu o vice-governador do Estado, Barbosinha.

Também estiveram presentes na abertura do Fórum o presidente do Sindicato Rural de Dourados, Angelo Ximenez, o diretor-presidente da Iagro, Daniel Ingold; o secretário-executivo da Semadesc, Rogério Beretta; o deputado estadual Renato Câmara; o presidente da Comissão Famasul Jovem, Lucas Ingold, além de outras autoridades e lideranças.

Projeto Fazendinha – Aproveitando a visita em Dourados, Frederico Stella e Angelo Ximenez foram conferir de perto o projeto Fazendinha. Uma parceria entre o Senar/MS e o Sindicato Rural de Dourados que demonstra aplicações de tecnologias em cultivos de hortaliças e fruticultura, sendo uma oportunidade para as instituições de ensino conhecerem as técnicas utilizadas em campo.

 


Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Últimas Notícias

Veja Mais

Envie Sua Notícia

Envie pelo site

Envie pelo Whatsapp

Jornal Correio MS © 2021 Todos os direitos reservados.

PROIBIDA A REPRODUÇÃO, transmissão e redistribuição sem autorização expressa.

Site desenvolvido por: